quinta-feira, 10 de abril de 2008

Comemoração e a Minha Odiosa Impotência Intelectual.

Nas comemorações dos dez anos do curso de Estudos Europeus, foi com grande agrado, surpresa e extremo orgulho que assisti a uma conferência com o Comissário Europeu Dr. Durão Barroso.
Dos muitos, porém limitados, temas que foram abordados, dois, devido à sua pertinência actual ficaram-me retidos algures entre o tímpano e a massa encefálica. São eles a questão da adesão da Turquia, e do hipotético boicote da União Europeia aos Jogos Olímpicos de 2008 em Pequim.
Em relação ao primeiro tema, fiquei surpreendido com a veemência com que o “nosso” Comissário deu resposta afirmativa quando questionado sobre se a Turquia é uma hipótese de adesão à União Europeia. Obviamente, referiu que a instabilidade a nível dos direitos humanos não permite pensar a curto ou médio prazo numa adesão. Ainda assim a manutenção de conversações referida por Durão Barroso oferece o vislumbre de um futuro risonho nas relações entre as duas entidades a bem da consolidação da imagem da Europa no médio Oriente. Ceifando a herança de força opressora como aliado dos Estados Unidos da América de G. W. Bush pode então semear a imagem de uma “unidade de diálogo internacional”.
No segundo tema, devo admitir que a minha anterior opinião de boicote ao gigante económico asiático ganhou a sua dose de pontos de interrogação. Durão referiu que a China detêm de tamanhas dimensões capazes de pôr a vida de qualquer ser humano em risco (não apenas dos tibetanos) e nem sequer teve de mencionar o poderio militar, falou sim, da questão ambiental. Não digo para nos vergarmos ao berço de Sun Tzu, nem partirmos para uma ofensiva sem precedentes em solo asiático, porém o boicote não será a hipótese mais acertada devido à influência que este Golias poluidor tem no nosso modo de vida. Sendo que a qualquer momento pode cortar com as negociações referentes ao tratado Quioto e eu ver a minha casa dentro de pouco tempo ser valorizada por ter “vista para o mar”.
Sem uma opinião fundamentada sobre o assunto devo admitir que a impotência intelectual enoja-me quando minha, assim acontece, apenas me resta exortar a quem sabe mais do que eu.

Duvidosos Cumprimentos

6 Comentários:

Às 12:05 da manhã , Anonymous Anónimo disse...

sim senhor!

 
Às 4:35 da manhã , Anonymous Anónimo disse...

se é impotente entao nao se justifica o post...

 
Às 5:11 da tarde , Blogger Nuno Fernandes disse...

"Durão referiu que a China detêm de tamanhas dimensões capazes de pôr a vida de qualquer ser humano em risco"

Sim, ele disse isso.

Mas espera lá, os EUA não se enquadram no mesmo prisma?

Ah está bem, segundo ele, na Europa, "globalização não significa americanização". Deve significar subordinação, submissão e outros que tais.

 
Às 9:23 da tarde , Blogger Ribeiro de Andrade disse...

Quando Jorge Steiner diz em "Ideia de Europa": "Como poderemos dissociar uma riqueza salvífica de diferenças da longa crónica de ódios mutuos? Não sei a resposta. Só sei que aqueles mais sábios que eu têm de encontrar, e que a hora é tardia", revela impotênica. Agora, será que isso faz correr o risco de "não se justificar" o livro?

 
Às 9:49 da tarde , Blogger Ribeiro de Andrade disse...

...Em relação ao comentário do Nuno Fernandes:

Concordo plenamente.

 
Às 6:54 da tarde , Anonymous fv disse...

puto!
estou espantado.
uma boa surpresa este novo colaborador do blog.
e eu que tava habituado áqueles bitaites do costume.
forças nas canelas!

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial