quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

O PSD e a relação amor-ódio com a União Europeia.

Enquanto uns abandonam o país para ir chefiar a União, outros abandonam a União para tentar, um dia, chefiar o país!

Etiquetas: ,

4 Comentários:

Às 10:44 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

Amor-ódio ou amor-próprio?

 
Às 10:26 da tarde , Blogger CAP CRÉUS disse...

É mais amor próprio bem como aumentar a qualidade do CV...

 
Às 7:51 da tarde , Blogger Rita Matos disse...

Pois,talvez seja amor próprio!Mas,no caso do Rangel, que tanto criticou o PS por ter candidatos a meio gás na Europa (ex:Ana Gomes...) e agora faz o mesmo....é só pouco credível da parte dele.Aumenta o CV,mas talvez não aumente a qualidade com atitudes destas!!

 
Às 10:42 da tarde , Blogger CAP CRÉUS disse...

Nunca acreditei que esse senhor fosse credivel.
Tem um bom discurso e teve a sorte de ter estado na assembleia a defender os interesses do Psd.
Vai ser a sorte dele, para as eleições internas que se avizinham!

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial