sábado, 9 de maio de 2009

Opinião



José Pacheco Pereira

Uma campanha vigiada e manipulada

Estes três cartazes de autoria do Parlamento Europeu representam uma intromissão inadmissível na campanha eleitoral que se vai iniciar para escolher deputados para esse mesmo parlamento.
É suposto que uma instituição parlamentar, onde os seus membros são escolhidos pelo voto popular em todos os países da União, não tenha uma ideologia ou uma posição política própria sobre o que deve ser a União e as suas competências. Para cada uma das perguntas em cima formuladas há respostas que acompanham as fracturas políticas. Há inclusive a resposta mais simples que é achar que devem ser os parlamentos nacionais a decidir e não o Parlamento Europeu e ir às eleições defender isso, sem ter que ter a concorrência desleal de uma pretensa instituição neutra a fazer campanha contra com poderosos meios financeiros. A igualdade das candidaturas fica completamente comprometida. Estes cartazes têm, como se diz popularmente, “água no bico”. Muita água

ver artigo completo na revista Sábado edição em linha:
http://www.sabado.pt/Opini%C3%A3o/Jos%C3%A9-Pacheco-Pereira/Uma-campanha-vigiada-e-manipulada.aspx

Etiquetas: ,

2 Comentários:

Às 3:45 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

este pacheco pereira é um triste. Por ele ainda viviamos "pobres mas honrados" com a benção do fachista do salazar.
Já ninguem tem paciencia para ouvir tanta idiossincrasia junta...

 
Às 11:03 da tarde , Anonymous filipa disse...

DEVE SER UM SÓ A DECIDIR OU UMA DATA DE GATINHOS? é isso que quer dizer?

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial