quarta-feira, 18 de junho de 2008

Cooperar ou Estagnar?

Mas de que é que adianta estarem anonimamente ou não com tanta agressividade? Existe uma campanha, existirão eleições..já que lá fora não conseguimos fazer muito (ou mesmo relativamente nada) pelo governo que nos limita as oportunidades e liberdades, porquê fazer o mesmo num meio que é nosso e cujo ambiente em grande parte depende de nós? Pessoal, esta campanha está a ter efeito contrário ao que se pretende. O objectivo é a cooperação; por mais que algumas pessoas tenham maneiras diferentes de o demonstrar acho que todos querem o melhor para a si..e o melhor para si é tambem, neste caso, o melhor para os outros, porque estamos todos descalços no mesmo pé. MAS, podemos dar as mãos e apoiar-nos no que está calçado, porque é isso que dá a força para caminhar e assim alcançar a meta.

Qual é a necessidade de gritar opiniões? O que interessa saber se o Fabio Vieira motorizou algum movimento ou se tem apenas boa capacidade de retórica? Quanto mais baixo e calmamente falarmos melhor nos ouvem..se a ideia que passamos numa campanha é quase a do estado de natureza hobbesiano, como é que querem que depois de ganha uma ou outra lista nos dêm credibilidade? Estamos a lidar com gente que para aqui estar não será de todo vitima de um defeito que assola o desenvolvimento do nosso país: a iliteracia. Não precisamos de tentar convencer os outros que os nossos objectivos sao os melhores...apresentamos as nossas propostas e eles saberão quem escolher. Podem escolher por amizades? Sim podem..mas caso a lista eleita não o tenha sido por competência quem fica a perder são os eleitores, porque os outros, com mais ou menos recursos poderão continuar a mexer-se, porque as coisas nao caem do céu e é preciso trabalhar para as alcançar.

E este blá blá todo para que? Porque sou da lista E? Não, nada a ver, até agora falei enquanto estudante, estando a observar por dentro e por fora; quem me conhece sabe que eu penso assim e não faria diferente.

Agora sim, tomando talvez um pouco partido das nossas propostas - falo enquanto parte daquilo a demos o nome de Lista E - porquê deitar abaixo as nossas utopias, por mais reles e foleiras que as possam considerar? Se forem más as pessoas irão percebe-lo e votarão na outra lista, ou simplesmente não tomarão sequer partido de qualquer uma. Mas mesmo assim..nao são utopias que regem o mundo? quem sabe se nao serao as nossas que farao o nosso curso ter lugar na fac?

Também os Estados Europeus não cederam parte do que tinham de mais seu - a sua soberania - para poder ter um lugar no mundo? Quem pode dizer que ao perdermos tempo e energia em busca da realização de meras utopias, não conseguiremos alcançar muito mais do que isso? Se não falarmos, ninguem sabe que existimos. Se falharmos..podemos ser mal encarados por muitos..mas alguem ha de notar a nossa presença e perceber que somos mais do que algo inerte, sem qualquer alvo de interesse.

Daniela Vasco (Lista E)

7 Comentários:

Às 2:07 da manhã , Blogger Nuno Fernandes disse...

Cara Daniela Vasco,

Por uma questão de mera observância das listas, não me pronunciarei a favor sobre alguma delas (tem sido este o meu discurso desde o lançamento das eleições).
No entanto, gostaria de realçar uma coisa que você disse: "O objectivo é a cooperação". Se alguma vez cooperação houve, esta é deitada abaixo pelos alunos que nunca se importaram com mais demais iniciativas dos colegas e cujo único objectivo (e aí, sincero) era terminar o curso (fosse como fosse). Por certo, hoje falamos num Nesteu, num núcleo de estudantes. Alguma vez, pensariam vocês, que alguém se dignificaria a fazer alguma coisa por alguém, sem receber nada em troca?
É, pois, nesta base, que sempre tive nas duas direcções do Nesteu. Porque nunca recebi nada em troca daquilo que fiz. E deixa-me mais satisfeito saber que deixei alguma coisa no curso de Estudos Europeus com "forças para andar" e que não havia (estava em stand-by) anteriormente. Enquanto o objectivo for a cooperação digo-lhe, Daniela, que dificilmente se conseguirá agradar a Gregos e a Troianos.
Eu por aqui fico no meu teatro (etimologicamente, o lugar de onde se vê) a visualizar o que a nova geração de alunos de Estudos Europeus fará. Para o bem e para o mal. Mas não se esqueça: "a felicidade de uns é ver a infelicidade dos outros".

Cumprimentos.

 
Às 2:08 da manhã , Anonymous Anónimo disse...

Daniela dou-te plena razão no teu ultimo paragrafo.Mas sou-te sincera não reparei em agressividade por vezes nos combates de ideias, principalmente no escrito, não ouves a entoação de quem está a falar, ou neste caso a escrever, e assim geram-se mal entendidos de ambas as partes. O melhor será esperar pelo debate e deixar os alunos de estudos europeus decidir. Até porque todos somos colegas e todos temos a obrigação de fazer o melhor pelo Nesteu e pelo nosso curso, mas exitem alturas em que as ideias divergem e aí tem k ser debatidas e faladas.

 
Às 2:22 da manhã , Anonymous Inês Brandão disse...

Concordo plenamente contigo Daniela.
Não simplesmente por ser da mesma lista que tu, isso seria demasiado pequeno da minha parte, mas porque conseguiste elevar os estado destas discussões para um patamar de respeito e de comunicação.Onde deverá permanecer.
****

 
Às 12:00 da tarde , Blogger HugoDM disse...

Muito bem, só não percebo é porque insistem em falar em agressões...
A única que vi até agora foi uma Catarina a discutir com um Fábio.

Tudo o resto tem de ser confronto de ideias. Eu gosto de discutir ideias. Mas sei que há pessoas em estudos europeus que gostam de discutir outras coisas e sempre o fizeram. O que deixa um enorme vazio sobre a sua personalidade.
Voltemos às listas e aos projectos.
"COOPERAÇÃO" é um chavão do momento no léxico internacional. Fizeram bem o trabalho de casa! Mas é um bom conceito, nomeadamente para uma organização sem fins lucrativos e de apoio à comunidade. Cooperar não ser pode ser só com instituições. Tem de ser com as pessoas. No nosso caso com alunos. Aproveitar as capacidades de cada um para obter um resultado final de grupo, melhor do que seria atingido individualmente.
Nuno, percebo o que dizes, pois também estou nesse barco juntamente com muitos mais colegas que também participaram nas actividades ao longo destes 3 anos e que, pelo seu feitio, nunca se mostraram muito, mas estiveram lá quando foi preciso. Um dia destes faço aqui um louvor em diário da república style! Mas não te preocupes, há gente que reconheceu o trabalho desses alunos. E também temos que seguir aquela máxima que foi apresentada pelo prof.Serra numa das suas brilhantes aulas: "Eu sou eu e a minha circunstância, e se não a salvo, não me salvo a mim."
(não me lembro se era exactamente assim, mas é a ideia geral)
Hugo Mendes
p.s- assinem os vossos comentários!

 
Às 8:40 da tarde , Anonymous Anónimo disse...

Sshhhhhhh... deixem as listas treinarem-se para os jogos políticos "a sério" em paz.

Já temos trocas de diatribes e promessas sem esclarecimentos no que toca ao seu cumprimento. Portanto, só faltam os brindes. Onde é que estão os meus brindes, listas E/N?

 
Às 11:06 da tarde , Anonymous Daniel Paiva disse...

Caro anónimo,

"Já temos trocas de diatribes e promessas sem esclarecimentos no que toca ao seu cumprimento. Portanto, só faltam os brindes."

Ainda bem que perguntas isso. É com bastante prazer que te adianto que a Lista E já encetou negociações com uma escola secundária que se mostrou interessada em colaborar connosco, nos próximos dias prosseguiremos com a sempre necessária proposta por escrito. Já desenvolvemos contactos com o recente núcleo de Relações Internacionais da Universidade Católica com vista a futuras colaborações de vários modos, núcleo este que se mostrou connosco a 100%. Também já efectuamos um orçamento, que se mostrou bastante exequível, para a revista e estamos a trabalhar no sentido de obter patrocínios, temos tido resultados bastante positivos mas não queremos neste ponto lançar foguetes antes da festa. Obtemos ainda uma promessa de uma gentil doação de um computador para a sala do NESTEU.

Como podes ver, somos mais trabalhadores do que sonhadores, e em menos de uma semana já conseguimos alguns resultados. Convido-te a manteres-te atento ao nosso blog : http://lista-e-nesteu.blogspot.com

Aí poderás encontrar as novidades mais recentes.

Agora numa nota mais geral, não faltem ao debate de dia 23, ás 14 horas, na Sala de Exposições.
Leiam atentamente as propostas de ambas as listas, e votem esclarecidos.

Daniel Paiva (Lista E)

 
Às 11:28 da manhã , Anonymous Anónimo disse...

Cara Daniela... o seu texto é muito bonito mas o mais certo é não passar disso pois fala de cooperação e agressividade mas relembro, por outros comentários que já vi neste blog, a lista e não está minimamente preocupada em cooperar e se bem me lembro da história do NESTEU da qual conheço nenhum da lista e mostrou o minimo de entusiasmo e querer participar no nucleo. Em relação a agressividade não vi nenhuma apenas bate bocas normais nestas situações... espero que ganhe a melhor das duas listas e que despois saiba reconhecer a potencialidade da outra cooperando.

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial